Construção de Raças e Povos: Equilíbrio é Tudo

_Raças

Mais do que oferecer as raças básicas com que os jogadores construirão seus heróis, em Crônicas é oferecido um sistema de criação de raças/povos.

Quando o narrador estiver montando a sua Ficha de Crônica é preciso deixar claras as raças e/ou povos disponíveis aos personagens dos jogadores, apontando os modificadores, virtudes e fraquezas obrigatórias e sugeridas para cada opção. Note como em cada raça e povo a quantidade de bônus e virtudes é equilibrada pelas penalidades e fraquezas. Basta manter esse equilíbrio que será possível criar qualquer criatura.
Observação: As raças, povos e modificadores abaixo ainda estão sujeitos a alterações.

Anões
Modificadores: +1D em Força, Resistência e Vontade e -1D em Blefe, Agilidade e Pontaria.
Virtudes Sugeridas: Duro de Matar, Estilo de Combate (Machado e Escudo) e Senso de Direção.
Fraquezas Sugeridas: Feudo, Lentidão e Obsessão.
Povos dos anões
Dvergar: Sem modificadores
Duergar: +1D em Blefe e -1D em Cura

Elfos
Modificadores: +1D em Agilidade, Conhecimento e Pontaria e -1D em Blefe, Lábia e Ladinagem.
Virtudes Sugeridas: Acuidade, Imortal e Visão Aguçada.
Fraquezas Sugeridas: Arrogância, Mau Mentiroso e Inocente.
Povos élficos
Eldar: +1D em Liderança e -1D em Furtividade
Elfo: Sem modificadores
Elfo Negro: +1D em Furtividade e -1D em Cura

Goblins
Modificadores: +1D em Blefe, Furtividade e Sobrevivência e -1D em Força, Resistência e Vontade.
Virtudes Sugeridas: Ataque Furtivo, Foco em Furtividade e Veloz.
Fraquezas Sugeridas: Covarde, Frágil e Terror (Luz do Dia).
Povos goblinóides
Goblin: Sem modificadores
Hobgoblin: +1D em Força e -1D em Conhecimento

Humanos
Modificador: Nenhum
Povos humanos
Civilizado: +1D em Conhecimento e -1D em Trato com Animais
Nórdico: +1D em Força e -1D em Ladinagem
Pagão: Sem modificadores
Selvagem: +1D em Resistência e -1D em Conhecimento

Orcs
Modificadores: +1D em Ladinagem, Manejo e Sobrevivência e -1D em Conhecimento, Cura e Inteligência.
Virtudes Sugeridas: Farejar, Inimigo Favorito e Visão Noturna.
Fraquezas Sugeridas: Terror (Luz do Dia), Vingativo e Sanguinário.
Povos orcs:
Orc: Sem modificadores
Uruc: +1D em Manejo e -1D Furtividade

Trolls
Modificadores: +1D em Manejo, Força e Resistência e -1D em Agilidade, Conhecimento e Inteligência.
Virtudes Sugeridas: Casca Grossa, Fúria e Presença Impressionante.
Fraquezas Sugeridas: Ameaçador, Esquecido e Terror (Luz do Dia).

 

Microcontos: Nas duas últimas semanas recebemos diversos contos de dois contribuidores, tantos que resolvemos apresentar os textos de ambos na última e nesta semana. Obrigado Joyce Dantas e João Paulo de Melo Magalhães, seus nomes vão aparecer nos créditos deste trabalho. Para participar veja aqui.

João Paulo de Melo Magalhães

Clérigo
“Glória ao Senhor!” gritou o sacerdote enquanto golpeava com a espada. “Misericordioso é o Senhor!” louvou ao decepar uma mão. “Aceitem a luz do Senhor!” com a bota de aço enfiando dentes goela abaixo. “Pelo nome do Senhor!” cravando a espada na espinha de um homem caído. Quando o ultimo inimigo parou de lutar, ajoelhou-se e rezou pelos pecadores.

Governante
A porta pesada da sacada da torre mais alta do castelo dava para o céu negro cortado pela luz selvagem dos relâmpagos. Homens com peitorais de bronze e máscaras de ferro negro escutavam. “O poder é o que importa. Vamos criar algo que durará milênios de paz.” A voz estava cheia de emoção e com uma força sobrenatural que a levava além do som dos trovões.

Caçador
Perderam-se na trilha há dois dias ao verem os lobos. Um desvio no começo para evitar eles, mas as bestas pegaram o cheiro de um dos homens feridos e seguiram nos calcanhares deles. Na primeira noite três homens morreram, na outra foram mais dois e agora só restava ele. De aço na mão caçando as feras, seguindo cheiro de sangue.

Feiticeiro
O vestido preto dela se movia lento com o vento. Os olhos negros como o abismo do mar estavam fixos em mim. O cabelo preso em trança serpenteava pelo ombro, a pele branca demais brilhava no sol e a boca rosada sorria com dentes brancos. Os dedos guiando marionetes, puxando linhas que não estavam ali. Linhas amarradas em mim e que não podia partir.

Cavaleiro
Se eu fechar os olhos ainda consigo ver os cavaleiros, os gigantes de aço e o rei entre eles. O sol não tinha chegado ao zênite, a geada mal tinha sumido das folhas. O cheiro de pão fresco e presunto tostado já diziam que o dia era especial. Todos sabiam que ele estava vindo e por um mês inteiro todos os gravetos seriam espadas.

Campeão
O rugido da multidão era tudo que existia pra ele. A armadura e o elmo, distrações, eram leves e muito polidos para brilhar nos olhos do inimigo. A espada era outra armadilha, suja e dentada. Um terror feito de aço afiado e escuro. Ninguém nunca via o perigo até ser tarde demais. A fome no fundo dos olhos do Campeão, uma fome de morte.

Magia Incomum
Um gato branco como a neve descansava preguiçoso sem nem olhar pra mim. Os olhos vermelhos dele brilhavam na noite. Uma sombra o envolveu. Era um homem que tinha aparecido. O mundo ficou mais escuro, ele usava um manto negro pontilhado que mudava enquanto ele andava. As estrelas tinham caído com ele. A lua estava sozinha no céu.

Joyce Dantas

Guerreiro
Perdi dez homens. Os que sobreviveram, estavam feridos. Nossas roupas poderiam ser chamadas de sacos de batata. Eu não estava feliz pelas mortes, mas todos morrem eventualmente. Pedi aos Deuses para que os homens mortos fizessem uma boa caminhada pra onde quer que eles fossem. Os meus e os do inimigo. No final, todos tinham o sangue da mesma cor.

Idade das Trevas
O céu sem lua anunciava mais uma daquelas noites escuras. As tochas se apagavam com o vento forte que soprava. Os becos escuros pareciam abrigar monstros saídos dos pesadelos mais sombrios. O silêncio era tão aterrador que sufocava a alma. As pessoas já se recolhiam, uma a uma as velas das casas iam se apagando, dando lugar à escuridão e ao medo.

Dramático #1
Aqueles olhos. Ah, aqueles olhos eram lindos. Lindos e traiçoeiros. E o homem que os possuía era o mais terrível dos homens. Capaz de acalmar com um simples sorriso ou te fazer enlouquecer com o mesmo. Conseguia causar sensações horríveis só com um piscar de olhos, mas ainda assim você morreria por ele. E o pior, amaria aqueles olhos lindos.

Dramático #2
Os primeiros raios de sol entravam pela janela aberta e iluminavam o aposento que antes estava coberto pela escuridão. Os raios de Sol percorriam o local, como se tentassem descobrir alguma coisa que fizesse o cenário parecer errado, mas cada superfície que gentilmente era tocada, apenas refletia a paz e a harmonia que ali pertenciam.

Dramático #3
A rua nunca esteve tão silenciosa. Era um silêncio absoluto. O vento passava devagar e preguiçoso, balançando calmamente as folhas das árvores. Encostada em uma das árvores, uma criatura pequena e solitária observava o nada que havia ao redor. Era um nada palpável. Um nada que parecia pertencer a ela, um nada que estava dentro e ao redor.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *